Sob a coordenação dos delegados Alcimar de Almeida Garrett e Vinícius José Borges Martins, investigadores da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC) prenderam em flagrante um homem de 28 anos suspeito de comercializar tablets falsificados.

Os policiais da DEDC, após investigações, realizaram fiscalização na manhã da última terça-feira (14), numa loja de produtos eletrônicos localizada no Shopping Total, no bairro Portão, em Curitiba, onde constataram que tal loja estava revendendo tablets, como se fossem da marca “Positivo”, mas que seriam produtos oriundos do Paraguai, adquiridos pela loja sem nota fiscal. “O consumidor era lesado”, afirma Martins, destacando que quem comprava acreditava estar comprando um tablet nacional de marca conhecida, quando, na realidade, adquiria um produto de origem desconhecida, com a etiqueta Positivo colada no aparelho.

O suspeito foi autuado em flagrante por fraude no Comércio, crime contra marca e também contrabando e descaminho. Ele pagou a fiança estipulada e responderá ao inquérito em liberdade.