Por Marina Sequinel e Djalma Malaquias

Dois suspeitos de participarem da morte do adolescente Matheus de Godoy Bueno, de 16 anos, foram presos pela polícia. A informação foi confirmada pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que não deu detalhes sobre a data ou local da prisão.

matheus-godoy

Matheus foi morto no último dia 17 de outubro. (Foto: Arquivo pessoal)

O estudante morreu na madrugada do último dia 17 de outubro durante uma briga em frente a um bar no bairro Batel, em Curitiba. Na ocasião, dezenas de pessoas começaram a discutir e se dispersaram no cruzamento das alamedas Presidente Taunay e Carlos de Carvalho.

Cerca de 15 minutos após a confusão cessar, um rapaz chegou armado e mirou na multidão. Matheus foi atingido e morreu no local. “Conhecidos do meu filho me ligaram hoje e me avisaram da prisão do atirador e de outra pessoa que poderia estar envolvida. Esse foi o primeiro dia em que eu consegui me alimentar direito, com tranquilidade”, disse a mãe da vítima, que preferiu não se identificar por medo de represália, em entrevista à Banda B.

Ela está confiante de que a justiça será feita no caso de Matheus. “Claro que o meu coração e a minha alma ainda sangram, mas é um alívio saber que a polícia tirou esse tipo de pessoa de circulação. O que me passaram é que o assassino tinha brigado em um bar momentos antes da morte do meu filho e foi procurar pelo adversário na Praça da Espanha. Ele saiu atirando para todo lado, o Matheus não tinha nada a ver com a história e acabou atingido”, concluiu.

Na ocasião, outro adolescente também ficou ferido. A DHPP continua as investigações sobre o caso.

Notícia relacionada

Briga termina com adolescente morto e outro ferido em frente a bar no Batel