Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

SUSPEITO FORA

Sidinei foi preso em fábrica na CIC (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

O jovem Sidinei Carlos Vieira, de 23 anos acusado de matar o escrivão da Polícia Civil aposentado, Carlos Alberto Amorim Mafra, de 66 anos, no dia 8 do mês passado em um assalto no bairro Batel, em Curitiba, foi preso nesta terça-feira (20) por policiais da Delegacia de Vigilância e Capturas (DVC). Mafra foi uma das pessoas baleadas em uma tentativa de assalto a um veículo em uma distribuidora de bebidas. As outras vítimas já receberam alta hospitalar.

A investigação do caso está a cargo da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba (DFRV) e, segundo o delegado Vinicius Augusto de Carvalho, da DVC, na manhã de hoje foi cumprido um mandado de prisão temporário. “Nossos policiais foram à fábrica e prenderam o suspeito. Com relação as informações do caso, apenas a DFRV pode passar, uma vez que a DVC apenas cumpre os mandados de prisão”, destacou à Banda B.

O suspeito negou qualquer envolvimento no crime e garantiu que estava trabalhando no dia em que o assalto aconteceu.

Agora, a DFRV quer prender Natanael de Paula da Silva que segue foragido e também tem envolvimento na morte do policial aposentado.

Policial morto

Mafra permaneceu um mês internado no Hospital Evangélico e morreu no final de semana retrasado. Relembre mais informações sobre o caso nos links abaixo:

Notícias Relacionadas:

Polícia já sabe quem matou policial civil no Batel e pede ajuda para prendê-los

Depois de um mês internado, escrivão policial baleado em assalto no Batel morre no hospital

Mulher é usada como escudo em assalto no Batel e cinco são baleados em troca de tiros