Por Felipe Ribeiro e Flávia Barros

“Zecão da Canoagem” foi morto a tiros enquanto chegava em casa. (Foto: Reprodução/Facebook)

A Polícia Civil identificou quatro suspeitos pela morte do vice-campeão paralímpico José Aguimarino Jesus, que era mais conhecido como “Zecão da Canoagem”. De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (10), duas pessoas foram presas preventivamente. Outros dois adolescentes estavam no momento do crime, sendo que um deles já foi encaminhado à Delegacia da Mulher e do Adolescente de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O crime aconteceu no condomínio Serra do Mar II.

Segundo o delegado Amadeu Trevisan, Zecão era uma pessoa de bem e sua presença incomodava traficantes que moram no condomínio. “Ele era um atleta que queria o bem para a molecada do condomínio. Os marginais que estavam ali para vender drogas, esconder foragidos, esconder produto roubado, se incomodavam e acabaram fazendo isso”, disse.

Foram presos Rodrigo Cordeiro Turczim, de 19 anos, e Jonathan Carvalho de Lima, 24. Um quinto suspeito também já foi identificado pela polícia.

O crime

O paratleta, de 49 anos, era conhecido no local por ser uma “pessoa do bem”, ligada ao esporte e contra a violência. Ele foi morto no último dia 2 de abril e o assassinato foi classificado pelos investigadores como “covarde”.  Ele foi morto com cinco tiros no momento em que chegava em casa de carro, acompanhado da mulher e do filho do casal, de apenas quatro anos. O local do crime é conhecido como “condomínio da morte” devido aos vários assassinatos registrados ali.

O crime segue sendo investigado pela Delegacia de São José dos Pinhais.