A Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH) identificou o jovem de 23 anos brutalmente agredido por um grupo de 15 jovens no início da semana no Centro de Curitiba. Trata-se de Diego Henrique de Oliveira Santos. Em entrevista à Banda B nesta quinta-feira (7) o delegado Rubens Recalcatti apontou três hipóteses para o crime.

“Este rapaz já esteve preso por roubo e segundo a mãe dele, no dia do crime, estava com uma namorada. Pode ser algo relacionado à sua passagem pela polícia, ao mundo das drogas, ou até um crime passional, já que estes agressores podem ter mexido com a namorada dele e ele resolveu tirar satisfação”, informou o delegado.

De acordo com Recalcatti, o estado de saúde da vítima ainda é grave. “Ele está na UTI do Hospital Evangélico respirando por aparelhos e estamos ainda buscando informações mais concretas do caso. A mãe dele deve depor ainda esta semana”, falou Recalcatti.

O delegado quer imagens das câmeras de segurança dos comércios na Rua Ébano Pereira com a Augusto Stellfeld, onde ocorreu as agressões, para tentar identificar os suspeitos.