Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) realizou uma operação, na manhã desta quinta-feira (30), para tentar prender dois irmãos acusados de matar uma família em uma invasão na marginal da Rodovia do Xisto, na entrada do Vitória Régia, na Cidade Industrial de Curitiba, em novembro do ano passado. Entretanto, os dois não estavam na região em que a polícia pretendia encontrá-los, no bairro Tatuquara.

Quando os policiais chegaram ao local, Rogério Pereira, de 30 anos, e Rafael Pereira, 20, tinham fugido. “Na época do crime, os dois foram autuados em flagrante, mas estavam respondendo em liberdade por uma decisão da Justiça. Agora nós conseguimos o mandado de prisão e hoje tentamos prendê-los, mas infelizmente sem sucesso”, disse à Banda B o delegado Cristiano Quintas, da DHPP.

Os irmãos mataram Marta Maia, de 43 anos, João Carlos Scholz, 44, amasiado com Marta, e o filho dela, Anderson Maia da Rocha, 24. Quintas aproveitou a oportunidade para divulgar as fotos dos irmãos, que podem ser conferidas abaixo:

suspeito dentroRafael e Rogério são procurados pela polícia (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Motivação

O crime contra a família foi motivado por uma disputa por um motor velho, conforme explicou o investigador Carlos Henrique, da DHPP. “Eles moravam juntos em um lixão onde as pessoas fazem doações de recicláveis, tudo ia bem até quando deram um motor velho de carro para o pessoal e ouve uma confusão pela posse dele, que resultou nestas mortes”, disse.

Álibi furado

Inicialmente, os dois irmãos disseram que estavam em um culto com a família na hora do crime. “Descobrimos que eles nunca estiveram na igreja, é um álibi furado”, destacou Carlos Henrique.

Quem tiver informações sobre o paradeiro dos irmãos pode ligar anonimamente à DHPP no telefone: 3360-1400

Notícia Relacionada:

Atiradores invadem casa e matam família com tiros na cabeça em Curitiba