Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

A Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH) avança nas investigações da morte da estudante de Direito Lara de Filippis Aquino, de 20 anos, assassinada com vários tiros em frente de casa, no bairro Santa Felicidade, em Curitiba, no final da tarde do último sábado (7). De acordo com a DH, o carro que teria sido usado no crime foi encontrado em Santa Felicidade, na última terça-feira (10).

“Continuamos com a hipótese de um crime passional, cometido por um ex-namorado dela que estava inconformado com o fim do relacionamento. O Fox branco usado no dia foi encontrado e agora está passando por perícia. As investigações estão avançadas, mas não podemos dar detalhes para não atrapalhar”, contou o delegado Dirceu Shaktai, da DH.

O assassinato teria acontecido porque Lara desistiu do relacionamento com o ex, depois que ele foi preso por envolvimento com a criminalidade. O rapaz estava em liberdade no dia em que a universitária foi morta.

Notícia Relacionada:

Mulheres são assassinadas em diferentes bairros de Curitiba; motivação pode ser passional