DEDC
Um dos suspeitos diz que é médico para ganhar confiança da vítima

A Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas divulgou a imagem de uma dupla de estelionatários acusados de aplicar o golpe do bilhete em duas pessoas no centro de Curitiba. Um dos suspeitos já tem passagem pela polícia pelo mesmo crime em Santa Catarina. O golpe rendeu aos criminosos R$ 55 mil.

DEDC
Dupla aborda idosos, na maioria dos casos

O primeiro golpe, de acordo com o delegado Vinícius Borges, vitimou um idoso de 70 anos que saia de casa, na rua Amintas de Barros, ao lado do Teatro Guaíra, no período da manhã no dia 18 de dezembro. As imagens mostram a dupla abordando o idoso em frente à recepção do apartamento dele com um papel em mãos. Os dois estão de chapéu e um deles está com uma bota ortopédica, usado em fraturas de perna e pé. “O golpe é o mesmo. Um deles chega e diz que está sem os documentos para retirar o prêmio. O outro comparsa chega e se demonstra interessado em comprar o bilhete para estimular a vítima. Depois de uma conversa e de contatos físicos como apertos de mão, a vítima aceita em dividir a compra do bilhete e acaba de cair do golpe”, explica o delegado.

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado pela vítima, a dupla passou seis horas ao lado do idoso resolvendo os trâmites necessários para a transferência do dinheiro. A vítima sacou a quantia de R$ 45 mil em quatro bancos diferentes para efetuar o pagamento. Em momento algum a vítima telefonou para alguém da família.

O segundo golpe aplicado também pela dupla, segundo características apontadas pelas vítimas, aconteceu dez dias depois também na região central da cidade. Desta vez, o golpe rendeu R$ 10 mil e a vítima também idosa tem 65 anos. Até o fechamento desta reportagem os dois estelionatários não tinham sido presos.