Fotos: Bruno Henrique – Banda B
Mulheres foram presas no Bacacheri

Duas mulheres foram presas por policiais civis do 2° Distrito Policial (2°DP) nesta segunda-feira (25), no bairro Bacacheri, em Curitiba, suspeitas de envolvimento com uma facção criminosa que pretendia liberar detidos de um presídio na região metropolitana de Curitiba. Uma das detidas seria supostamente uma das “Musas da Facção”.

Jeniffer seria musa de uma facção criminosa

Foram presas Bruna Vicentini Lima, de 31 anos, e Jeniffer Karen Coutinho dos Santos, de 18, apontada como a “Musa da Facção”. Elas foram abordadas na Av. Erasto Gaetner em um Honda Civic, no qual foi localizado uma banana de dinamite e cordéis detonantes. “Elas negam que façam parte desta facção, mas temos informações que provam o contrário”, iniciou o superintendente Job de Freitas, do 2° DP.

“Outro carro que dava cobertura não foi localizado. As duas são moradoras em Colombo e na casa delas tínhamos a informação de que haviam mais dinamites, que até o momento não foram localizadas, porque possivelmente o veículo que fugiu avisou da prisão e os explosivos foram retirados. Era um plano desta facção crimonosa para liberar os presos com os explosivos que foi evitado pela polícia”, complementou à Banda B o superintendente.

As suspeitas estão detidas na carceragem do 2° DP. Jeniffer não quis comentar o fato de ser apontada como “Musa da Facção Criminosa” e negou qualquer envolvimento com o mundo do crime.