Quatro foragidos do sistema penitenciário do Estado de Santa Catarina foram presos, em Curitiba, onde praticavam assaltos e delitos há meses. A prisão foi feita pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).

O mais perigoso de todos, contra o delegado titular do Cope, Hamilton da Paz, é o Julio Cesar Florentin Urbrich, conhecido como “Gordinho”. “Ele possuía contra si cinco mandados de prisão por assaltos e homicídio, sendo foragido de Joinville.

Outro que vinha de Joinville para praticar arrombamento em caixas eletrônicos era o Pablo Machado, já condenado a 10 anos de prisão por assalto e que possuía em aberto outros dois mandados”, contou Paz, explicando que Machado, ao se apresentar tentou enganar os policiais se passando por Ruan Douglas Muniz, ma os policiais logo descobriram que ele mentia.

Homicidas
Além daqueles elementos, dois outros catarinenses foram presos, autores de homicídios em Palhoça-SC. Foram presos Adriano Ferreira e Valmor Antonio Burto de Siqueira, já condenado a 12 anos de prisão. “Ele só não foi transferido para o Estado vizinho porque ao ser preso portava uma arma com numeração lixada, sendo então autuado em flagrante”, conto o delegado.