(Foto: Reprodução Facebook)

 

A Polícia Civil do Ceará acredita que o assassinato do “milionário da Mega-Sena” tenha sido encomendado. Miguel Ferreira de Oliveira, de 49 anos, ganhador de um prêmio de R$ 39 milhões em 2011, levou três tiros na cabeça na madrugada do último domingo, em um bar no município de Campos Sales, a cerca de 500 quilômetros de Fortaleza.

Imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas para identificar o atirador. De acordo com o delegado Bruno Fonseca, a polícia já tem suspeitas de quem pode ser ele, mas não divulga detalhes para não atrapalhar a investigação, que ainda está no início. Somente nesta terça, ele pretende ouvir de 15 a 12 depoimentos, inclusive de funcionários do bar, além de parentes da vítima.

— Identificamos suspeitos e fatos que podem ter determinado a motivação do crime, mas os detalhes precisam ser corroborados — disse Fonseca.

Para ler a matéria completa no Extra clique aqui.