Por Danaê Bubalo

A reconstituição da chacina que provocou a morte quatro pessoas da mesma família, em junho desse ano no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, não aconteceu. A reconstituição estava marcada para às 18 horas desta segund-feira (11) e não se realizou porque os policiais Alisson dos Santos Cszulik, 23 anos, e Michel Diel, 31 anos, acusados do crime, não estiveram presentes.

reconstituição

Os soldados Alisson e Michel, com o advogado Cláudio Dalledone (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

O advogado da dupla, Cláudio Dalledone, afirmou que a presença dos dois policiais não era obrigatória e que ambos não achavam necessários estarem presentes na reconstituição já que, segundo eles, não são os autores da chacina. Os acusados afirmaram que não tinham nada para declarar sobre o que teria acontecido no dia dos fatos, pois não estavam presentes, e se caso participassem da reconstituição estariam construindo provas contra eles mesmos.

A Polícia afirma que a dupla teria ido até a residência da família na tarde do crime com uma viatura caracterizada e cometido os crimes. O inquérito que aponta a acusação dos policiais diz que eles usaram drogas com as vítimas antes do crime e cobravam valores mensais de traficantes da região para fazer ‘vistas grossas’.

Imagens mostram que um carro parou em frente a casa da família e três homens invadiram o local. Para os soldados, a imagem é rústica e de baixa qualidade. “Não tem como ver e identificar dessa forma. A gente atendia ocorrências e agia de forma preventiva, disse Michel. Eles negaram que soubessem de qualquer informação sobre um tráfico de drogas na casa das vítimas.

Na chacina foram executados: Jaqueline Garcia, 33 anos, que estava grávida de 6 meses; os dois irmãos adolescentes, Kauane Garcia Dias de Farias, 17 anos, e Ailton Augusto Dias de Farias, 14; e o alvo da execução identificado como Jonathan Pereira Veloso, 29 anos. Uma criança de 5 anos, filha do casal, foi poupada e encontrada pelas ruas gritando por socorro.

Ainda não foi confirmado se será marcada uma nova data para a reconstituição.