Um policial militar lotado no 20.º Batalhão que se passava por policial civil do Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce) foi preso na tarde da última sexta-feira (10) após assaltar um empresário em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com o delegado do Nurce, Cassiano Aufiero, ele é acusado de aplicar golpes em pelo menos 20 empresários da região da capital.

Antônio Nascimento – Banda B
Vítima demonstrou coragem ao denunciar pm.

Segundo Aufiero, o policial militar simulava conversas por telefone com outros investigadores, inclusive com delegados lotados na unidade para dar um maior ar de veracidade à situação. “Ele fazia assim com que o empresário se sentisse acuado e pagasse a propina solicitada. Mas a prisão só se deu graças a coragem de um empresário, que mesmo acuado por ele, se encaminhou a delegacia e o denunciou”, contou o delegado.

De acordo com a vítima que denunciou o caso, eles se identificaram como policiais e, mesmo sem nenhuma irregularidade em seus produtos, teve voz de prisão decretada. “Eu estava com alguns eletrônicos do Paraguai, mas no suposto caminho para a delegacia eles me levaram para um lugar ermo e levaram os produtos, mais R$ 100 que pegaram da minha carteira”, comentou. Após a situação, ele registrou boletim de ocorrência, que terminou na prisão do policial militar.

Toda a ação policial foi prontamente comunicada a Corregedoria da Polícia Militar que irá acompanhar o caso. Uma segunda pessoa, que seria o comparsa do policial é investigado pelo Nurce.