Enquanto muitos se preocupam com a possibilidade de aumento na passagem de ônibus por conta da dificuldade em se manter viável o transporte coletivo em Curitiba e região metropolitana, outros não querem pagar nem R$ 1 pela tarifa domingueira. Porém, no início da manhã deste domingo (10), em Pinhais, a ‘festa’ para 28 jovens que voltavam da balada acabou. Eles foram presos depois de uma Operação da Polícia Militar, em complemento a “Operação Nhapecami” que foi deflagrada na manhã de ontem.

“A operação foi feita atendendo a solicitação de funcionários e usuários do transporte coletivo, com a queixa de que frequentadores de casas noturnas da região promovem desordem e ainda utilizam o transporte sem pagar a passagem, que aos domingos é de apenas R$1,00. As equipes percorreram as principais ruas da cidade, e o ponto da abordagem aconteceu na Avenida Maringá, em frente ao cemitério Jardim da Saudade, no Atuba”, contou o soldado Cleverton, do 17° Batalhão da Polícia Militar.

No total, 50 jovens foram abordados e 28 encaminhados à Delegacia de Pinhais. Eles estavam em um ônibus que faz a linha Terminal São José dos Pinhais para o Terminal Alto Maracanã (Colombo). “Eles foram detidos por não pagar a passagem, após serem reconhecidos pelo motorista e cobrador. Foi lavrado termo circunstanciado para 19 adultos, que terão que comparecer em data agendada ao fórum da cidade para dar explicações do ocorrido”, contou o soldado.

Além dos maiores, nove adolescentes foram conduzidos pelos policiais, sendo que seis foram liberados aos pais ou responsáveis e outros três foram entregues ao Conselho Tutelar do município, porque os responsáveis por eles não foram localizados.

“Outras operações com a mesma finalidade acontecerão em horários e datas oportunas, para que todas as pessoas que utilizam o transporte coletivo o possam fazer com tranquilidade e segurança”, finalizou Cleverton.