O pedreiro Silvio Franco, de 45 anos, foi preso pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria), da Polícia Civil, por meio de um mandato de prisão na manhã desta terça-feira (26) em Curitiba. Ele é acusado de passar mais de doze horas com um menino de dez anos e o estuprar por mais de três vezes. O garoto chegou a ter que ser internado no Hospital Pequeno Príncipe depois de tudo o que passou com o suspeito. Detalhe que no momento da prisão, Franco vestia uma camisa escrita: ‘Diga Não à Pedofilia Nas Estradas’.

Bruno Henrique – Banda B
Suspeito já tem várias passagens pela polícia

De acordo com a delegada Sabrina Barreiros Alexandrino, do Nucria, o acusado abordou o menino no dia 12 de janeiro, às 17h, na divisa do bairro Cajuru, em Curitiba, com Pinhais, município da região metropolitana.

“Ele disse para o garoto que precisava de ajuda para amarrar uns cavalos e ofereceu R$ 10 para o garoto, que acabou subindo na motocicleta. Primeiramente, o suspeito o levou a um matagal e depois para a residência de um parente, em Campina Grande do Sul. Nas duas situações abusou sexualmente do garoto”, contou a delegada à Banda B.

No dia seguinte (13 de janeiro), pela manhã, novamente o menino foi estuprado. “Depois de tudo isso ele deu um dinheiro para o menino ir para casa e o garoto pegou pelo menos três ônibus até chegar à residência. A mãe dele já havia procurado a polícia e estava desesperada por conta do desaparecimento. Hoje cumprimos o mandado de prisão e tiramos este rapaz perigoso das ruas”, destacou.

Franco já tem passagens pela polícia por homicídio, furto, roubo e aliciamento de menores. Agora ele está novamente à disposição da justiça.