Por Elizangela Jubanski e Juliano Cunha

O pedreiro Fernando dos Santos Protopapa, 31 anos, foi assassinado a tiros quando guardava o carro na garagem da casa em que morava no bairro Santa Terezinha em Rio Branco do Sul, na região metropolitana de Curitiba. O crime pode ter sido motivado porque a vítima discutiu com um adolescente que tinha praticado um furto.

O crime aconteceu na rua João Alves Viana durante a noite desta terça-feira (10) quando ele chegava em casa com o pai e a irmã dele, que presenciaram o assassinato. Fernando foi baleado com três tiros e morreu na hora. Amigos e familiares disseram que ele era uma pessoa do bem e nunca tinha se envolvido com ‘coisas erradas’.

“Temos poucas informações, mas sabemos que há dias ele teve uma briga com um adolescente que tentou furtar ferros de dentro da casa dele”, disse o cabo Salenave, do 22° BPM.

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e a delegacia do município vai ficar responsável pelas investigações.