Passageiro foi baleado na cabeça (Foto: Reprodução)

 

Um arrastão no ponto final da linha Rurbana/ Vila Pompéia, alimentador da região do Tatuquara, em Curitiba, terminou com um passageiro de 37 anos baleado na cabeça. De acordo com testemunhas, três homens armados invadiram o coletivo, deram voz de assalto e passaram a recolher os objetos das vítimas. Só que um dos passageiros reagiu, ao ver que um dos bandidos bateu em uma mulher, acabando baleado na cabeça.

A mulher que foi agredida pelos marginais, aos prantos, falou à Banda B sobre o que aconteceu. “Eles assaltaram o ônibus e falaram para eu dar o celular, eu tentei esconder e eles começaram a dar umas porradas na minha cabeça, quando o passageiro reagiu e levou o tiro, bem na minha frente”, disse.

Assim que os bandidos desembarcaram do ônibus, o motorista seguiu até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Tatuquara. Lá. o guarda municipal Cristino, de plantão na UPA, contou à Banda B qual era a situação do ônibus quando o motorista encostou ali. “Foi um caso grave do passageiro. Trouxemos ele aqui para a UPA para fazer o socorro. Foram três elementos, com um dando o disparo contra o passageiro”, descreveu.

O passageiro baleado foi encaminhado para o Hospital do Trabalhador, com risco de morte. O caso seguirá investigado pela Polícia Civil.