Passageiro morreu no Hospital do Trabalhador (Foto: Reprodução)

 

Morreu no fim da tarde deste sábado (10) no Hospital do Trabalhador, em Curitiba, Joseildo Marcelino de Sousa, de 39 anos. Ele era o passageiro que foi baleado na noite da última quinta-feira (8) durante um arrastão contra um ônibus da linha Rurbana/Pompéia, no bairro Tatuquara.

Andrey confessou o crime na delegacia (Foto: Reprodução)

Os suspeitos de cometerem o crime, um jovem de 19 anos e um adolescente, foram detidos pela Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba nos últimos dias.

Preso ontem, o jovem Andrey Lobo confessou para a polícia que atirou contra Joseildo, justificando a reação dele como a motivação. “Atirei só mesmo porque ele reagiu. Eu fiquei sabendo que ele está na UTI na Banda B, pelo jornal”, afirmou, antes de saber da morte da vítima.

Joseildo teve morte cerebral confirmada por volta das 15h30 deste sábado. Em seguida, os aparelhos que o mantinham vivo foram desligados. A família optou pela não doação dos órgãos.

Notícia Relacionada: