Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

Um passageiro do transporte coletivo de Curitiba se meteu em uma confusão dentro de um biarticulado da linha Santa Cândida/Capão Raso no início da manhã deste sábado (12). Ele assinou Termo Circunstanciado no 1º Distrito Policial, no centro da capital, depois de agredir o motorista.

Tudo começou por volta das 5h30 em uma estação-tubo na Avenida Paraná, no bairro Santa Cândida. Dois rapazes entregaram uma nota de R$ 50, de acordo com o depoimento do motorista, para o cobrador, que afirmou ainda não ter troco para entregar aos dois. O cobrador, então, esperou o biarticulado chegar na estação-tubo e combinou com a dupla e com o motorista que eles trocariam o dinheiro no centro da cidade, destino da dupla.

Os dois embarcaram no biarticulado, mas pouco antes de chegar ao centro pediram o dinheiro ao motorista porque alegaram que queriam desembarcar antes do local acordado. “O combinado era que a gente ia trocar o dinheiro na praça, mas eles, de espertos, disseram que iam descer antes. Eu tinha levar o dinheiro da passagem pro cobrador”, alegou o motorista na delegacia.

Foi então que, ao questionar a dupla sobre o combinado que tinham feito com o cobrador, um dos rapazes começou a agredir o motorista. Ele desferiu golpes e chutes contra o trabalhador. No trajeto, o motorista parou o biarticulado em frente ao DP, na Travessa da Lapa, para registrar queixa.

O agressor assinou Termo Circunstanciado e foi liberado. Quanto às passagens, o motorista ou o cobrador terão de desembolsar ou explicar o furo no caixa à empresa responsável.