O homem que fuzilou com dez tiros Andre Mendes dos Anjos na Rua da Ordem, no bairro Pinheirinho, em Curitiba, nesta terça-feira (30), se apresentou na Delegacia de Homicídios (DH) completamente embriagado. Davi Alves de Siqueira disse aos policiais que matou Mendes porque ele havia estuprado a filha dele de apenas 12 anos. A vítima tinha passagens pela polícia por estupro.

De acordo com informações do suspeito, ele foi convencido por outro homem em uma lanchonete, na rua Londrina, a se entregar. “Davi estava neste local bebendo quando contou que tinha matado um homem. Esta outra pessoa o aconselhou a vir na delegacia se entregar”, contou um investigador à Banda B.

Davi chegou à DH completamente embriagado. A Polícia Militar foi acionada e o resgatou neste lugar depois da confissão dele. O suspeito foi indiciado em inquérito e liberado por volta das 23 horas, já que se apresentou espontaneamente à DH.

Crime

Um homem de 33 anos morreu depois de levar dez tiros por volta das 13 horas desta terça-feira (30). Segundo a Polícia Militar, André Mendes dos Anjos estava próximo a casa em que morava e se dirigia a um ponto de ônibus, onde embarcaria para ir trabalhar. Ele tem passagens pela polícia.