Por Luiz Henrique de Oliveira

Um caso chocante deixa assustados os moradores do Balneário Ipanema, no Litoral do Paraná. Nelson Lopes, de 44 anos, foi preso nesta quinta-feira (30) por abusar sexualmente da filha de 17. Os estupros já aconteciam há algum tempo e resultaram no nascimento de dois meninos, um de um ano e dois meses e outro de 25 dias, filhos/netos de Lopes, que confessou o crime.

O superintendente Ronaldo Kuhnle, da Delegacia de Ipanema, explicou em detalhes como o caso de incesto chegou à polícia. “Foi um chamado de atendimento pelo Conselho Tutelar, que nos procurou e também ao Ministério Público do Paraná. A adolescente de 17 anos relatou o que acontecia e, por meio de um mandado de prisão, o Lopes foi preso”, disse à Banda B.

Em depoimento, Lopes confessou que os netos são seus filhos. “Ele confirmou o que fazia contra a filha e vamos realizar os exames de DNA para confirmar a paternidade. Ele disse que são seus filhos. É um caso bárbaro que vai contra o padrão do que é uma família”, lamentou o superintendente.

Mãe fazia vistas grossas?

Os policiais de Ipanema agora tentam apurar se a mulher de Lopes, e mãe da adolescente abusada, fazia vistas grossas. “Estamos tentando definir de que forma tudo isso acontecia. Moravam na casa o Lopes, a mulher, a filha de 17, outra de 14, além dos dois filhos/netos. Não sabemos ainda se a menina de 14 também era abusada, vamos realizar exames para constatar”, explicou Kuhnle.

Cela separada

Por fim, o superintendente relatou que Lopes está em uma cela separada. “Tem que ficar ali por conta da integridade física. Agora vamos esperar uma vaga no Sistema Prisional para ele ser transferido”, concluiu.