Padrasto e enteada foram baleados dentro de casa. Foto: DS/Banda B

 

Um homem armado invadiu a casa de uma família na região do Chico Mendes, em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, no final da noite dessa quarta-feira (31), e atirou contra duas pessoas. Gelson Hartmann, 39 anos, morreu na hora com diversos ferimentos na cabeça, já a enteada dele, de 15 anos, foi socorrida por vizinhos, mas o estado de saúde é grave.

Segundo a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu por volta das 22h30, dentro da casa, na rua Bracatinga. Os vizinhos ouviram os gritos, disparos de arma de fogo e o assassino dizendo que ‘cagueta tinha que morrer’. Segundo eles, enquanto o homem efetuava os tiros, gritava ‘morre’, diversas vezes. Nenhuma das testemunhas quis gravar entrevista com medo de represália.

Assim que entraram na casa, os vizinhos encontraram o homem caído no chão na sala, com diversos ferimentos na cabeça. A adolescente estava no quarto com ferimentos no ombro e no rosto. O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado, mas a garota foi socorrida pelos conhecidos até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

“Fomos acionados para atender a duas pessoas aqui, que tinham sido baleadas, mas quando chegamos só encontramos uma, que estava em óbito, e a outra levada pelos vizinhos à UPA de Tamandaré”, disse o médico Nogarolli à Banda B. Da UPA, a garota foi encaminhada ao Hospital Cajuru para realização de uma cirurgia.

Moradores relataram aos policiais e aos investigadores da Polícia Civil que os disparos de arma de fogo foram feitos por apenas um homem. Não há detalhes sobre como ocorreu a fuga desse assassino.

Hartmann não tinha passagens pela polícia e teria se envolvido em uma briga recente por conta de sacos de lixos que eram jogados no terreno ao lado da casa dele. A esposa dele e mãe da adolescente estava trabalhando no momento do crime. O caso seguirá investigado pela Polícia Civil da região.