Da Redação com Polícia Civil

(Fotos: Flávia Barros – Banda B e Divulgação/PRF)

Uma operação conjunta contra o tráfico internacional de drogas, realizada pelo 10º Distrito Policial (10º DP) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), terminou com um homem de 35 anos preso e 60 buchas de cocaína apreendidas. A ação foi deflagrada no início da manhã desta quarta-feira (22) no Centro e no bairro Cajuru, em Curitiba, e em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana.

Durante as diligências, três mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar foram cumpridos. Anderson Marcel Hambrusch, conhecido como “Dante Cajuru”, era uma das pessoas investigadas. Com ele, a polícia apreendeu 60 gramas de cocaína prontas para venda.

As investigações iniciaram há cerca de 11 meses depois que o 10º DP realizou uma série de investigações que envolviam o esquema de agiotagem. “Ano passado nós realizamos várias prisões de pessoas suspeitas de participar de uma associação criminosa voltada à agiotagem. Porém, também descobrimos que havia um esquema de tráfico de drogas vinculado”, contou o delegado-titular do 10º DP, Rinaldo Ivanike.

Segundo a polícia, Daniele Lima, de 33 anos, é a principal responsável pela comercialização das drogas – maconha e cocaína – que vinham diretamente da Bolívia. Ao ter acesso a esses entorpecentes, a suspeita realizava a redistribuição das drogas para traficantes de Curitiba, Região Metropolitana e até interior do Estado.

Além de gerenciar a venda dos entorpecentes com os traficantes, Daniele auxiliava José Luis Penna, de 37 anos, com o qual possui um relacionamento, no esquema de agiotagem. “José é quem coordena toda a ação criminosa enquanto Daniele arruma os clientes para agiotagem, chegando a fazer até a cobrança das vítimas”, disse Ivanike. Os dois permanecem foragidos e têm mandado de prisão preventiva em aberto.

“Dante Cajuru”, um dos suspeitos de participar do esquema criminoso de tráfico de drogas, foi preso pela polícia em sua residência. Na delegacia, o suspeito acabou confessando a sua participação no esquema do tráfico. Ele responderá por tráfico de drogas e permanece à disposição da Justiça.

As diligências realizadas nesta quarta-feira contaram com o apoio integral da Polícia Rodoviária Federal. “Tivemos mais de 20 policiais rodoviários federais diretamente envolvidos nessa operação de hoje. Parabenizamos a Polícia Civil por todo o trabalho investigativo e agradecemos pela confiança e parceria”, afirmou o chefe do Núcleo de Operações Especiais da PRF no Paraná, Anthony Nascimento.

As investigações seguem com o intuito da localizar os outros envolvidos na associação criminosa. Quem tiver mais informações sobre Daniele Lima ou José Luis pode entrar em contato com o 10º DP pelo telefone (41) 3386-8350, o sigilo é absoluto.