Da Redação

arrombamento-tatuquara-021013-bandabUma onda de assaltos e arrombamentos atinge o bairro Tatuquara, na região sul de Curitiba, há pelo menos um mês e vários moradores entraram em contato com a Banda B nesta quarta-feira (2) para pedir ajuda. As duas mais novas vítimas foram uma loja de utilidades (segundo assalto no mês) e o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Erondy Silvério, que foi muito.

De acordo com um ouvinte, que não quis se identificar, os comerciantes não aguentam mais e pede uma solução imediata para a segurança no bairro. “Muitos jovens estão cometendo esses crimes, nestes lugares ninguém vem fazendo a vigia. Falta policiamento no Tatuquara e pedimos ajuda”, disse.

A Banda B entrou em contato com a assessoria da Polícia Militar que informou que a unidade que atende o bairro, o 13° Batalhão, tem desenvolvido ações com o apoio do BpTran, Bope e Batalhão de Polícia Montada, que já vem diminuindo a criminalidade na região. Como exemplo foi citado uma operação na semana passada, que terminou três armas apreendidas e dois suspeitos presos. O número de homicídios é outra situação já registrou queda. O bairro tem média de três a quatro assassinatos por semana e na semana anterior só houve um achado de cadáver.