Bruno Henrique/Banda B
Policiais militares estavam na porta, prestes a entrar na residência, quando o crime aconteceu

Uma briga de casal terminou de forma trágica na manhã desta sexta-feira (5), em Curitiba. Durante uma discussão dentro do apartamento do casal, que fica na rua Maximino Zanon, no bairro Bacacheri, José Alexandre Lorusso, 37 anos, atirou contra a namorada, Francielen Traple 24 anos, e logo em seguida se matou com um tiro na cabeça. Policiais militares estavam na porta, do lado de fora prestes a entrar na residência, quando o crime aconteceu.

O apartamento fica entre as ruas Nicaragua e Erasto Gaertner, ao lado do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego (Cindacta). A briga entre o casal teria começado por volta das 7 horas da manhã. Assustados com a gritaria, moradores acionaram a Polícia Militar (PM). Assim que chegaram ao local, policiais pediram que José Alexandre abrisse a porta. Segundo os PMs, o homem gritou: “Não sei onde está a chave do apartamento”. Logo em seguida, ouviram cinco disparos que atingiram a barriga da jovem. Os policiais, então, de acordo com informações repassadas à Banda B, invadiram o apartamento, mas ouviram mais disparos antes de entrar pela porta. José Alexandre foi encontrado no corredor, na entrada do quarto, com um tiro na cabeça. Franciele estava próxima do marido, na cozinha.

A PM acionou socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) que conseguiram levar a jovem baleada, com vida, ao Hospital Cajuru. Ele morreu na hora. O Instituto Médico Legal (IML) fará o recolhimento do corpo no local.

Informações obtidas pela Banda B são de que José Alexandre é dono de uma empresa no ramo imobiliário e estaria namorando Franciele há cerca de seis meses.

Ilícito

Dentro do apartamento, policiais militares encontraram três máquinas caça níqueis, drogas e a arma utilizada no crime. O caso será encaminhado à Polícia Civil.