Divulgação DFRV
Fabiana é investigada por roubo a concessionária

A ‘musa’ suspeita de roubar um carro de test-drive na semana passada já teria aplicado um golpe contra uma loja de autopeças em Curitiba. A informação foi passada ao Portal G1 pelo delegado José Vitor Pinhão, da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba (DFRV). De acordo com o delegado, a estudante de direito também tem envolvimento em uma situação de latrocínio.

No latrocínio, a ‘musa’ é suspeita de fornecer a arma para os assaltantes envolvidos no roubo seguido de morte. No caso, ela respondeu por porte ilegal de arma. O advogado da universitária confirmou o envolvimento de sua cliente apenas na situação de estelionato. “Eu não era o advogado dela na época, mas sei que ela ficou apenas 15 minutos na delegacia e foi solta logo em seguida, porque não houve flagrante. A prisão foi ilegal”, disse ao G1 o advogado Igor José Ogar.

Ogar também negou envolvimento de Fabiana no roubo à concessionária durante o test-drive. “Ela discutiu com o vendedor que fazia o test-drive e ele saiu do carro. Então ela seguiu e foi até o bairro Pinheirinho e abandonou o carro, ligou para a concessionária e informou que havia abandonado o veículo”, garantiu o advogado.

O inquérito policial segue na DFRV. Fabiana responde em liberdade.