Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

corpo-encontrado-160514-bandab

Família vai fazer exame de DNA. Foto: JC/Banda B

A mulher encontrada morta na sexta-feira (16) no bairro Santa Felicidade, em Curitiba, pode ser a idosa que desapareceu no mês passado no bairro Mercês. O corpo da mulher estava em avançado estado de decomposição e exames de DNA poderão indicar a identidade da vítima. A família dessa idosa que desapareceu no dia 10 de abril foi acionada para comparecer no Instituto Médico Legal (IML).

O delegado Dirceu Schactae da Homicídio contou à Banda B que a família da idosa que sumiu na rua Solimões está reconhecendo as roupas encontradas ao lado do corpo. Segundo o boletim de ocorrências registrado logo após o sumiço, a família informou que ela era nervosa e tinha comportamentos vulneráveis. “Exames de DNA poderão confirmar essa suspeita que está sendo levantada. A rota de onde a senhora sumiu e de onde esse corpo foi encontrado, tem lógica”, disse o delegado.

O resultado do exame que comprove a identidade da idosa acontece na semana que vem. Também, informada no momento da descoberta do corpo, apenas exames complementares podem indicar se a mulher foi ou não violentada.

Encontrado

O corpo de uma mulher de aproximadamente 70 anos foi encontrado em estado de decomposição na rua Amália Túlio Costa. Ainda não identificada, a vítima usava um chinelo bege, um vestido colorido e uma blusa cinza com botões floridos.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Curitiba deve investigar o caso.