Daniel foi atropelado diversas vezes pela namorada. (Foto: Reprodução)

A estudante de veterinária Francine Suati de Lima, de 30 anos, foi presa em flagrante no sábado, 18, acusada de agredir e atropelar o namorado, o recepcionista de um hospital Daniel Masson, de 35 anos. Segundo o advogado da família de Masson, Clécio Pedroso Toledo, os dois namoravam havia dois anos e a relação era conturbada, cheia de idas e vindas.

Francine foi indiciada por homicídio doloso qualificado por motivo fútil e está presa na Cadeia Pública Feminina de São Bernardo do Campo, no bairro Taboão.

“O ciúmes foi o motivo da última briga. A relação do casal era muito conturbada. Eles brigavam e terminavam. Geralmente, a Francine o procurava e eles voltavam”, relatou.

Imagens de câmeras de segurança mostram a briga do casal, na noite de sábado, após uma festa de carnaval. Masson está fora do carro e Francine corre a pé atrás dele. Durante a desavença, ela puxa o namorado, mas ele sai andando pela rua. Depois, ela entra no veículo e o atropela diversas vezes. A estudante foi presa em flagrante e o veículo apreendido.

De acordo com a prefeitura de São Bernardo do Campo, Masson foi socorrido e levado para o Hospital e Pronto-Socorro Central da região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois. O corpo do jovem foi enterrado no domingo, 19, no Cemitério das Colinas, em São Bernardo do Campo. Ele deixou um filho de 11 anos de outro relacionamento.

No 3º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, Francine alegou que dirigia quando o namorado se jogou em frente ao carro dela. Ela afirmou que, desnorteada, passou várias vezes por cima do rapaz.

Segundo a polícia, a versão de Francine foi desmentida pelas imagens de câmeras de segurança particulares. O advogado da família de Masson, Clécio Pedroso Toledo, acredita que, além das imagens, o depoimento de uma testemunha foi decisivo para a prisão. “Uma pessoa que assistiu a tudo viu a Francine jogar o carro em cima do Daniel Masson e passar por cima dele diversas vezes”, disse.

No Facebook de Masson, familiares e amigos prestaram homenagens. Danielle Oliveira escreveu: “Ai amigo, esse sorriso vai fazer falta”. Felipe Critis Secol também se expressou na rede social: “Tamanha indignação e tristeza. Força pra todos da família e fé na justiça divina”. No perfil da mãe do jovem, Maria Joaquina Barbirato Masson, há uma foto de Masson e em cima dela a palavra luto. Muitos amigos também substituíram a foto do perfil por uma imagem do colega.

Segundo o advogado da família, Clécio Pedroso Toledo, a família quer que as leis sejam aplicadas. “A família não quer vingança, apenas justiça. Familiares estão arrasados com o ocorrido”.

A reportagem não conseguiu localizar o advogado de Francine.