Por Luiz Henrique de Oliveira

Uma moradora no bairro Tatuquara, em Curitiba, foi vítima de um golpe após colocar o carro à venda. O crime foi premeditado pelo jovem Leandro da Silva Veiga, de 20 anos, que terminou preso em flagrante em Congonhinhas, no interior do Paraná, neste domingo (22). Um dia antes, ele agrediu a vítima violentamente e fugiu com o Voyage dela.

O delegado Flávio Augusto Junqueira Enout, de Congonhinhas, explicou à Banda B que o suspeito planejou o crime durante uma semana. “Ele morava perto desta mulher, que é solteira, e se passou por comprador do carro, aproveitando a inocência dela. No sábado, o rapaz disse que ia levar o veículo ao mecânico e a vítima foi junto. Durante o caminho, ele a agrediu e jogou em uma vala. A mulher foi encontrada uma hora depois com risco de morte”, descreveu.

Enout afirmou que o suspeito foi preso após um trabalho em conjunto da Polícia Militar de Curitiba e Congonhinhas. “Eles receberam a informação de que o carro e o rapaz estavam aqui e a prisão foi feita. O suspeito já está detido e conseguiu um advogado. Ele disse que só vai falar sobre o caso em juízo”, contou o delegado.

A mulher vítima de agressão está internada no Hospital do Trabalhador (HT). “Agora a informação que temos é que ela se recupera bem. O suspeito está detido aqui, á disposição da Justiça, mas deve ser transferido para Curitiba, porque foi onde o crime aconteceu”, explicou.