Por Felipe Ribeiro e Ricardo Vieira

Militar ficou ferido ao ajudar a estudante (Foto: Ricardo Vieira)

Militar ficou ferido ao ajudar a estudante (Foto: Ricardo Vieira)

Após perceber uma aluna da Universidade Federal do Paraná (UFPR) sendo vítima de assalto na marginal da Linha Verde, em Curitiba, o motorista de um carro que passava pela via e conseguiu imobilizar o bandido no começo da noite desta terça-feira (16). De acordo com a polícia, o assaltante estava armado com uma faca e agia com muita violência contra a estudante quando o motorista de 55 anos, que é militar, decidiu parar o veículo e impedir o crime que aconteceria nas proximidades do Hospital Erasto Gaertner.

Com alguns ferimentos após lutar contra o bandido, o motorista disse que havia acabado de deixar a universidade, onde se encontrou com o filho, e seguia para casa quando percebeu a ação criminosa. “Eu vi uma ação covarde e não podia deixar assim. Ele puxava a bolsa e tentava fugir com a bicicleta dela. Então parei o carro e tentei derrubá-lo. Nisso ele puxou a faca e precisei usar uma imobilização antes de o amarrar”, explicou.

Durante a luta corporal, o militar também acabou atingido pela faca e precisou de atendimento do Samu. A Polícia Militar foi acionada e realizou a prisão de Guilherme Gonçalves Ferreira, de 30 anos, que já esteve preso anteriormente por roubo.

Guilherme foi preso pela Polícia Civil

Guilherme foi preso pela Polícia Civil

A estudante ficou muito abalada com a situação. Ele esteve na delegacia para o registro do Boletim de Ocorrência e contou que os pais não estão em Curitiba. Costumeiramente, ela vai de bicicleta para as aulas no campus Jardim Botânico.

Segundo o soldado Ramos, a ação do militar foi providencial. “Ele ajudou muito, uma vez que a estudante poderia ter se ferido gravemente. Mesmo com a possibilidade de se machucar, ele parou o carro e impediu o pior”, comentou.

Detido, o suspeito foi encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac), onde agora permanece à disposição da Justiça.