As mulheres do bairro Pinheirinho, em Curitiba, estão com medo. Evitam andar sozinhas e desconfiam de tudo e de todos. Descem do ônibus na região da Avenida Winston Churchill, olhando para os lados e evitam qualquer contato com pessoas estranhas. Tudo isso por causa de um estuprador, por enquanto, desconhecido, que está agindo na região nas últimas semanas.

Já foram registrados pela polícia pelo menos três casos de estupro, todos praticados por um mesmo homem, como indicam as investigações. Ele sempre age de carro.

Uma moradora do bairro, que trabalha em um salão de beleza, disse que ela e várias amigas estão apavoradas com o estuprador livre por aí. “Estamos com medo. Temos várias pessoas aqui no salão que moram no bairro, descem do ônibus já no escuro e não podem mais fazer isso sozinhas. Agora sempre tem alguém da família esperando por mim. Sozinha não ando mais”, disse uma das mulheres amendrontadas.

A informação do estuprador misterioso foi confirmada à Banda B nesta sexta-feira (8) pela Delegacia de Mulher, mas o caso está cercado de sigilo. Algumas informações que tivemos acesso não serão divulgadas a pedido da polícia. A delegada-chefe da Delegacia da Mulher, Maritza Haizi, não quis gravar entrevista para não atrapalhar as investigações. Ela apenas confirmou que a polícia está no encalço do marginal e que em breve ele será preso.