Carro foi localizado dentro do lago do Parque Tingui – Foto: Banda B

 

A Polícia Civil de Almirante Tamandaré confirmou por volta das 11 horas desta sexta-feira (19), que o corpo encontrado na Rua Frei Jacinto Gavaski nesta madrugada é do motorista do aplicativo Uber, Marcos Mathozo Cordeiro, de 25 anos. O carro de Marcos foi localizado dentro do lago do Parque Tingui por volta das 6h40 e, até então, o motorista estava desaparecido. De acordo com o superintendente da Delegacia de Almirante Tamandaré, Edil Fernandes, exames com as digitais comprovaram a identidade da vítima. A família recebeu a notícia ainda no Parque Tingui.

O corpo de Marcos foi localizado por volta das 3 horas, mas, até então, ninguém sabia a identidade da vítima. Ele foi morto a tiros e a polícia suspeita que tenha sofrido um assalto. A última corrida dele pelo aplicativo foi perto das 2 horas da madrugada.

O carro de Marcos, um veículo Jac 5, da cor prata, foi encontrado boiando dentro do lago do Parque Tingui, por volta das 6h40. Frequentadores do parque viram o veículo dentro da água e acionaram os bombeiros. Buscas com mergulhadores foram feitas na região, mas nada foi encontrado. O carro foi retirado da água e dentro foi localizada a CNH dele.

 

Mãe de Marcos mostrou a CNH encontrada no carro – Banda B

 

Cerca de duas horas depois do início das buscas, familiares do motorista foram até o local e reconheceram o veículo.  A mãe de Marcos, Sebastiana Cordeiro, ainda sem saber da morte do filho, contou que ele já estava há um ano trabalhando como Uber e ligou pra ela ontem à noite. “Eu penso que foi um assalto e que ele vai aparecer vivo e bem, tenho fé em Deus. Ele me ligou ontem à noite dizendo que estava tudo bem. Falei pra ele não trabalhar nisso, mas ele sempre gostou”, disse a mãe.

Marcos era morador de Campo Magro,  casado e tinha um casal de filhos. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Almirante Tamandaré.

 

Carro foi retirado da água no lago do Tingui – Foto: Banda B

Em nota, a Uber lamentou a morte de Marcos. Veja a íntegra abaixo.

“Lamentamos saber que Marcos Mathoso Cordeiro foi vítima desse crime terrível. Compartilhamos nossos sentimentos de mais profundo pesar com sua família, com quem nos solidarizamos.

Pelas informações disponíveis, ao que tudo indica a ocorrência se deu fora da plataforma e é fruto da violência urbana que infelizmente permeia a vida nas cidades. A Uber já contatou as autoridades e está à disposição para colaborar com as investigações, na forma da lei.”