Carro do motorista foi retirado do local durante a madrugada (Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

 

Um motorista do aplicativo ’99 Pop’ foi encontrado morto na noite deste sábado (20) em um terreno baldio de Colombo, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com testemunhas, a o corpo de Agnaldo Felipe Milki estava dentro de um veículo Logan, Rua Nápoles, e há suspeita de assalto.

Foto: Reprodução Facebook

À Banda B, um morador da região relatou que o lugar é até bastante iluminado, mas ninguém sabe dizer o que aconteceu. “É uma situação complicada, quantos casos tristes envolvendo esses motoristas a gente tem visto”, lamentou.

Segundo a polícia, o motorista foi morto a facadas. Este é o segundo caso de morte envolvendo motoristas de aplicativo nesta semana.

Na sexta-feira, a Polícia Civil de Almirante Tamandaré confirmou que o corpo encontrado na Rua Frei Jacinto Gavaski é do motorista do aplicativo Uber, Marcos Mathozo Cordeiro, de 25 anos. O carro de Marcos foi localizado dentro do lago do Parque Tingui por volta das 6h40 e, até então, o motorista estava desaparecido.

O caso deste sábado será investigado pela Delegacia do Alto Maracanã.

Nota do 99 Pop

Nesta segunda-feira (22), a assessoria do 99 Pop mandou a seguinte nota:

A 99 foi informada pelo irmão da vítima que o corpo do motorista Agnaldo Felipe Milki foi encontrado na noite de sábado, dia 20 de janeiro. Seu último contato com a família aconteceu por volta das 18h do mesmo dia. A última corrida de Agnaldo na plataforma ocorreu horas antes, às 8h40. Portanto, ele não estava em chamado da 99 no momento do incidente. A 99 repudia a violência e lamenta profundamente o ocorrido. Entramos em contato com os familiares e prestamos assistência. Além disso, estamos abertos para colaborar com as autoridades, caso necessário.

A 99 é uma empresa genuinamente preocupada com a segurança de seus passageiros e motoristas. O assunto é prioridade máxima do aplicativo, e um de seus três pilares fundamentais (promover transporte rápido, barato e seguro). Por isso, montamos um time de 30 pessoas que trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana, dedicado exclusivamente à proteção dos usuários. Nosso foco é a prevenção. Entre as iniciativas desenvolvidas estão o alerta de áreas de risco, a checagem do histórico de motoristas e a identificação de passageiros frequentes.

O mapeamento das áreas de risco é feito por inteligência artificial que usa estatísticas internas e externas para fundamentar suas análises. As informações levantadas são avaliadas pela nossa equipe de segurança, que envia alertas aos motoristas sobre as zonas de maior perigo.
Nossa inteligência artificial analisa ainda o perfil dos passageiros com base em vários critérios, como o número de corridas. A informação de se o passageiro é frequente é enviada aos condutores no recebimento da chamada.

A análise de perfil do motorista verifica, a partir de dados públicos, se o condutor possui histórico que oferece risco aos passageiros. Esse levantamento é feito a partir de documentos como o RG, a CNH e o licenciamento do veículo. Também possuímos uma parceria com o Denatran, do governo federal, que nos permite acessar informações em tempo real – por exemplo, se o carro possui algum sinistro.

A 99 possui ainda diversos programas para lidar com as consequências das ocorrências de segurança, como o canal de atendimento emergencial.

Disponibilizamos um canal de atendimento exclusivo para casos de segurança no 0800-888-8999, que oferece auxílio imediato e informações do que fazer. O atendimento atende às necessidades de cada tipo de ocorrência, com apoio emocional e psicológico.
Com essas ações, diminuímos em 80% o número de ocorrências desde a criação da área de segurança, em julho, mesmo com o aumento expressivo das corridas. Temos vários outros programas em andamento, e estamos criando ainda mais.”, diz a nota.