Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

A mulher de 30 anos, baleada na manhã de ontem (1°) na Rua Martin Afonso, no bairro Bigorrilho, em Curitiba, morreu no Hospital Cajuru durante a tarde. Ela passou por uma cirurgia depois de levar um tiro na nuca e não resistiu.

O que chama a atenção no caso é que a moça estava bem vestida e até agora não foi identificada. “Sabemos que ela tem tatuagens pelo corpo e aguardamos o reconhecimento por parte de familiares para conseguir mais informações sobre o caso”, disse à Banda B o delegado Fábio Amaro, da Delegacia de Homicídios de Curitiba, que investiga o caso.

Segundo o apurado pela Banda B, o crime pode ser passional, uma vez que na cara da vítima foi encontrada fezes. O corpo da mulher está no Instituto Médico Legal de Curitiba aguardando por reconhecimento.

 Notícia Relacionada:

Mulher é encontrada com tiro na nuca em movimentada rua do Bigorrilho