Por Elizangela Jubanski e Daniela Sevieri

Uma travesti aparentando cerca de 35 anos foi encontrada morta na noite desta quarta-feira (12) na região central de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba. Ela está sem identificação, mas moradores disseram que ela pode ser uma travesti já conhecida na região e que está desaparecida. Há ferimentos na cabeça, mas a causa da morte será apurada no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o corpo foi encontrado na entrada de um matagal, quase na esquina das ruas Emílio Johnson com a Pedro Antônio Carlesso, O tenente Diogo Lucas, oficial do 22º Batalhão da Polícia Militar, disse que a polícia recebeu uma ligação anteriormente falando sobre o corpo. “Encontramos o corpo desse travesti que aparenta uma idade próxima de 35 anos, mais ou menos. Não sabemos a causa da morte ainda, tem uma lesão no crânio. Parece que esse corpo estava aqui desde ontem à tarde, foi acionada a polícia, mas o solicitante não esperou e a mata é bastante fechada. Ele entrou pra fazer xixi e viu os pés, um susto. Acionaram de novo e, então, a polícia encontrou”, descreveu.

A travesti estava seminua, vestida apenas de uma camiseta e lingerie roxa. O rosto estava desfigurado e possivelmente foi mora a pedradas. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e a Delegacia de Polícia de Almirante Tamandaré vai investigar o caso.