Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

A Polícia Civil de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, investiga um crime que aconteceu no início da madrugada desta segunda-feira (28). Valderei Alves dos Santos, 32 anos, foi morto a tiros na frente da casa dele após atender ao chamado de dois homens que gritaram o nome dele. A esposa de Santos é a testemunha ocular do crime, mas negou que o marido estivesse envolvido em algum crime.

O assassinato aconteceu na rua Rio Uruguai, no bairro Nações. Santos foi chamado pelo nome e morreu com cinco disparos de pistola calibre 9 milímetros. O tenente Cazon da Polícia Militar (PM), que atendeu a ocorrência, contou que os atiradores fugiram a pé.

“Dois rapazes chegaram na casa dessa vítima, a chamaram pelo nome, quando ela saiu já efetuaram os disparos de calibre 9 milímetros, cinco atingiram a vítima. Eles fugiram a pé, pelo relato das testemunhas. O que nos ajuda no inquérito policial que será aberto agora é que um dele é conhecido da esposa da vítima”, contou.

Os familiares disseram aos investigadores que Santos não tinha inimigos e também não estava sendo ameaçado. “Mas a gente levantou que ele já teve envolvimento com tráfico de drogas. Então, a conclusão preliminar nossa é que o crime tenha envolvimento, mas vamos aguardar e analisar”, finalizou o tenente à Banda B. O corpo foi encaminhado ao IML de Curitiba.

Balanço

O IML de Curitiba registrou 21 mortes violentas neste fim de semana. Do total, foram 11 homicídios, seis vítimas do trânsito, dois casos a esclarecer, uma queda e um enforcamento.