Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

A Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH) avança nas investigações do caso da morte do metalúrgico da Audi, Reginaldo dos Santos, de 29 anos, e da noiva dele, Suelen Mafra, de 24. De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH), Reginaldo teria matado Suelen e, em seguida, atirado contra a própria cabeça.

SUELLEN

Suellen teria sido assassinado pelo noivo (Foto: Reprodução facebook)

O crime, segundo o delegado, teria sido cometido pelo fato de Reginaldo estar inconformado com o fim do relacionamento com Suelen. “Eles tinham um namoro conturbado e que terminou há poucos dias. No dia do crime ele ligou para familiares dizendo que ia cometer o assassinato. Infelizmente é uma situação passional”, descreveu Recalcatti,

O único mistério no caso, de acordo com Recalcatti, é sobre onde estaria a arma do crime, que não foi encontrada pela polícia. “Os bombeiros estão neste momento fazendo buscas para procurar onde estaria o revólver. Ou a arma está no banhado, ou alguém furtou”, destacou.

No facebook de Suellen, várias mensagens de luto já são deixadas para a jovem. A DH espera concluir o inquérito em breve, quando todas as provas forem colhidas.

 Notícias relacionadas

Metalúrgico da Audi e noiva são as vítimas encontradas assassinadas no Passaúna