Por Elizangela Jubanski

Um menino de apenas 15 anos foi apreendido na manhã desta sexta-feira (29), em Londrina, no norte do Estado, suspeito de postar fotos de garotas nuas e semi-nuas. O Núcleo de Combates do Cibercrimes (Nuciber) investiga a página Tranqueiras Londrinas há meses e conseguiu chegar até o suspeito, que é esse adolescente. Os pais do garoto foram pegos de surpresa e ficaram perplexos com a atitude do filho.

De acordo com o delegado responsável pela apreensão, Demétrius Gonzaga, o garoto usava o computador da casa dele para abastecer a página de pornografia com meninas menores de 18 anos, que, aos poucos, migrou para a rede social Facebook. “Esse é um caso bem conhecido. Essa pessoa passou a hospedar fotos de adolescentes em estado de nudez e seminudez em sites e rede social. Iniciamos a investigação por aqui (Curitiba) e conseguimos chegar até esse suspeito que tem apenas 15 anos”.

Para tentar driblar a investigação, o garoto usou ferramentas para encobrir o IP do computador dele, em vão. “Importante destacar que mesmo usando essas ferramentas para encobrir IP a gente consegue descobrir. Isso não adianta absolutamente nada”, revela o delegado.

O garoto confessou que recebia fotos de terceiros e postava na página. “Disse que não conhecia nenhuma das vítimas e que recebia tudo de terceiros. Também vamos chegar até eles”, disse o delegado Demétrius, confirmando que o computador do adolescente foi apreendido e encaminhado ao Instituto de Criminalística para análise.

Os pais do garoto disseram à Polícia Civil que não sabiam dessa atividade do filho. “Os pais estavam inconformados e não tinham a menor ideia do que o filho estava fazendo. Ficaram perplexos mesmo”, contou Gonzaga.

O adolescente será submetido às sanções previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) pela transgressão interdisciplinar.