Da Redação

O médico que foi preso por suspeita de pedofilia em Curitiba pagou uma fiança de R$ 10 mil na manhã desta sexta-feira (11). Ele será solto em breve e deve responder ao processo em liberdade.

A Polícia Federal (PF) prendeu o acusado na tarde desta quarta-feira (10), depois de receber informações do governo da Inglaterra. A denúncia é de que o médico faria parte de uma rede de pessoas que compartilham imagens de pornografia infantil.

Os policiais encontraram na residência do médico diversos materiais relacionados à exploração sexual de crianças e adolescentes.

O caso permanece em segredo de justiça.