Neuza foi morta degolada em terreno baldio na CIC (Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

As buscas do marido de Neuza Marques Ferreira, de 32 anos, terminaram na manhã desta quarta-feira (6). Ele encontrou o corpo da esposa em um terreno baldio atrás da Unidade de Saúde Campo Alegre, na Cidade Industrial de Curitiba. Neuza foi degolada pelo assassino (a).

Neuza foi degolada pelo assassino (Foto: Facebook)

Segundo o marido, de primeiro nome Paulo, Neuza foi vista pela última vez na noite de ontem. “Ela foi para o colégio, onde termina os estudos, mas não chegou lá. Rodei a noite atrás dela e encontrei o corpo agora”, lamentou o marido à Banda B, muito transtornado no local do crime.

Ainda de acordo com Paulo, a esposa vinha sofrendo ameaças. “A mulher de um colega de sala dela inventou que os dois estavam saindo e começou a ameaçar. Um dia eu atendi e ela disse que mataria a minha esposa. Pode ser isso, não sei, porque ela não tinha inimigos”, garantiu.

Neuza trabalhava como cozinheira em uma creche da região. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.