Mãe sempre acompanhava a garota nos compromissos para o canal do Youtube. Foto: Reprodução/Facebook

 

A mãe da youtuber Isabelly Cristine Santos, 14 anos, que teve morte cerebral ao ser atingida por um disparo de arma de fogo, na cabeça na madrugada desta quarta-feira (14), negou que o crime tenha sido motivado por uma briga de trânsito. Rosania Domingos Santos alegou que não houve discussão, xingamentos, troca de ofensas e nada que pudesse caracterizar briga de trânsito. O empresário de Curitiba, preso horas depois, alegou que houve briga de trânsito e se demonstrou surpreso ao saber que tinha atingido uma pessoa.

Para a Banda B, Rosania disse que o carro do atirador estava atrás do deles na PR-092, próximo ao Balneário Shangrilá, em Pontal do Paraná, quando acelerei e fechou o carro da família. “Pelo amor de Deus, não houve briga, não houve confusão, nada, palavrão, nada. Eles atiraram de maneira covarde, a uns 80 metros de distância, nem vimos a cara deles, não faço ideia quem seja. Eles estão alegando isso, mas é mentira. Eles passaram na nossa frente porque eles queriam entrar em uma rua e, quando entraram, fecharam a gente e atiraram. Não tem nada de briga de trânsito. São covardes e bandidos. Eu quero justiça, tiraram os sonhos de uma menina de 14 anos”, disse a mãe.

A rotina de entrevistas da filha era sempre acompanhada pela mãe e, na noite de terça-feira (13), não foi diferente, segundo ela. “A Isa fez a entrevista com o MC, não tinha muita gente, saímos do evento era 1 hora da manhã, ela encontrou um empresário, entregou o cartão dela, ele entregou o dele e fomos. A gente pegou o carro, ela tirou o sapato, cruzou a perninha igual índio, como ela gostava de fazer e, quando estávamos indo para casa aconteceu isso”, contou.

A adolescente era dona de um canal no Youtube chamado Isa Top Show, com mais de 20 mil inscritos. Ela fazia entrevistas com personalidades e também dava dicas de beleza. O sonho dela era se tornar uma profissional da comunicação. “Ela tinha 14 anos, queria ser jornalista, amava microfone, fazer entrevistas. Arrancaram isso dela”, finalizou a mãe.

Segundo comunicado da família, após a confirmação da morte cerebral, por volta das 22h30, a doação de órgãos foi autorizada pelos pais. Segundo eles, além dos órgãos, o cabelo da garota também será doado. Não há detalhes, por ora, sobre o velório e sepultamento.