Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Enquanto o juiz aplicava um cartão amarelo ao zagueiro Luiz Alberto, do Atlético Paranaense, na Vila Capanema, por volta das 19h50 deste domingo (13), após falta no atacante Wanderson, da Portuguesa, a Polícia Militar também punia um ‘suspeito‘, só que do lado de fora do estádio. Com Alexandre Caetano não teve conversa. Ele foi expulso por ‘comportamento violento’ pela Polícia Militar (PM).

O alvo da ‘entrada dura’ por parte do ladrão foi um Corsa branco. O rapaz foi flagrado dentro do veículo, de um torcedor, já roubando o som. Caetano é suspeito de praticar vários furtos contra carros de atleticanos que estacionam na rua e vão assistir ao Furacão. Embora a presença de flanelinhas seja grande durante as partidas, eles parecem jogar no mesmo time do suspeito, fazendo vista grossa à ação criminosa.

O suspeito foi encaminhado ao Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul, ficando à disposição da Justiça. Com mais uma vitória e a Libertadores cada vez mais perto, as vítimas nem se importaram em disputar uma ‘prorrogação’ neste domingo. Foram ao Ciac-Sul para reconhecer o ‘jogador violento’.