Horas após o assassinato do cobrador de ônibus Luiz Carlos Moreira, de 29 anos, morto a pauladas dentro de casa no bairro Tatuquara, em Curitiba, na tarde desta quinta-feira (28), a polícia conseguiu apreender seis adolescentes suspeitos do crime. Segundo a polícia, a namorada da vítima, de 16 anos, é suspeita de ter contratado cinco adolescentes para matar Moreira a pauladas. Tanto a jovem quanto os cinco suspeitos foram apreendidos logo em seguida. Entre os detidos estão três meninas de 14, 15 e 16 anos, além de dois rapazes de 16 anos.

“O rapaz estava atrás de um sofá. Encontramos sangue no banheiro e um pedaço de pau no meio da sala. A namorada nos disse que os vizinhos viram dois homens saindo da casa, mas logo em seguida conseguimos prender cinco adolescentes que disseram terem sido pagos pela mulher do rapaz para matá-lo. Eles confessaram o crime”, disse o soldado Langue, do 13º Batalhão da Polícia Militar.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e, segundo o delegado Rubens Recalcatti, a jovem planejou o assassinato do namorado em detalhes. “Ela calculou tudo. Convenceu os cinco adolescentes a cometerem o crime e disse que ladrões entraram na casa. Depois, levantamos que ocorriam traições dos dois lados e ela disse que apanhava dele, por isso resolveu matá-lo”, contou Recalcatti.

A polícia ainda não sabe qual foi a participação de cada adolescente no crime, mas todos estavam presentes na cena do crime. Segundo informações iniciais, a vítima não tinha antecedentes criminais, mas a polícia investiga se o crime também teria relação com o tráfico de drogas.

Os adolescentes foram encaminhados à Delegacia do Adolescente para os procedimentos legais.