Por Marina Sequinel e Flávia Barros

(Foto: Colaboração – Banda B)

A ação de um jovem que teve um violão raro furtado no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, terminou com o receptador preso e o objeto recuperado. A vítima teve a casa arrombada no dia 27 de fevereiro e, desde então, ficou de olho nos sites de compras e vendas, até que reconheceu o instrumento em um deles.

Segundo informações da polícia, o violão custou originalmente cerca de R$ 1 mil, mas o vendedor pedia pela internet apenas R$ 400. O dono do objeto mostrou interesse em fazer negócio e começou a trocar mensagens com o suspeito.

Em seguida, ele entrou em contato com a polícia. “O rapaz veio até a delegacia dizer que tinha pistas sobre quem estava comercializando o violão, que é bem raro, de uma produção limitada. Nós localizamos, então, a residência do suspeito, que fica na Vila Osternack, e encontramos o instrumento, além de quatro televisores, também produtos de roubo”, explicou o delegado Rinaldo Ivanike, do 10º Distrito Policial, em entrevista à Banda B.

O dono da casa, de 35 anos, foi preso em flagrante por receptação. Para evitar se envolver nesse tipo de crime, o delegado orienta as pessoas a analisarem bem a mercadoria antes de fechar negócio. “É sempre importante ver a proporção do preço real e do pedido, além de exigir a nota fiscal e verificar a procedência do objeto”, finalizou Ivanike.