Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

Um jovem de 27 anos foi morto na madrugada desta segunda-feira (25) ao ser chamado no portão de casa, no bairro Cajuru, em Curitiba. Dione Aparecido Cardoso foi morto a tiros e não teve tempo de reagir. O atirador fugiu e ninguém sabe o paradeiro dele. Cardoso teria confessado a autoria da morte do padastro, que aconteceu há meses.

O crime aconteceu por volta das 3 horas na rua João Dorvalino Borba, na Vila Autódromo. O atirador chamou a vítima no portão e o executou com cerca de três tiros. Cardoso estava em liberdade provisória e possuía extensa ficha criminal. Ele confessou ter matado o padrasto por causa das constantes brigas com a mãe dele, que já teria sido agredida pelo companheiro.

O corpo de Cardoso foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.