Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

uberaba

Jovem já tinha sofrido atentado há meses. Foto: DB/Banda B

Um jovem de 23 anos foi morto no mesmo lugar em que a namorada foi assassinada no bairro Uberaba, em Curitiba, na noite desta segunda-feira (4). Patrick Kurotake Rodrigues de Oliveira estava em um local conhecido como ‘beco da morte’ quando foi assassinado. A namorada dele foi vítima de disparos de arma de fogo há meses. O alvo seria ele.

O crime aconteceu na Rua Guissardo Pilatti, quase esquina com a Rua Jorge Luiz Freygang, por volta das 20 horas. O jovem foi atingido por, pelo menos, nove tiros e morreu antes mesmo da chegada do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate).

Segundo informações dos moradores, o local onde o jovem foi assassinado já é conhecido como ‘beco da morte’, já que nos últimos meses cinco pessoas foram assassinadas na região. Segundo informações de familiares, que não quiseram gravar entrevista, a namorada da vítima foi morta há quatro meses e o rapaz teria se ferido no atentado. Ele seria o principal alvo dos atiradores.

“Temos poucas informações no local. Dois rapazes foram vistos no beco, isso será checado. Parece que ele tinha se envolvido com uma mulher comprometida e o crime pode ter motivação passional. É uma linha de investigação”, disse o delegado Danilo Zarlenga da Homicídios que esteve no local.

campo-comprido

Vítima estava falando com garota em frente de casa. Foto: DB/Banda B

Também na noite de onte (5) um homem de aproximadamente 25 anos foi assassinado na Rua Waldemar Cavanha, no bairro Campo Comprido, em Curitiba. O crime aconteceu por volta das 21 horas e, segundo informações de testemunhas, o homem estava na companhia de uma jovem quando o atirador chegou a pé e pediu para que ela se afastasse.

A vítima foi morta com nove tiros. Uma equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi até o local, mas o jovem morreu na hora. A garota que estava com a vítima não ficou ferida e contou para Polícia Militar que o atirador fugiu andando pela rua. “Ele estava em frente a casa dele conversando com essa menina. Ele já tem passagens pela polícia e os amigos contaram que ele é usuário de droga”, disse a tenente Luiza do 12º BPM.