Por Elizangela Jubanski

A revolta de uma sobrinha ao ver a separação dos tios pode ter motivado um crime passional no município de Campo Magro, na região metropolitana de Curitiba. Adriano Andrade Rodrigues, 22 anos, foi morto com um tiro na cabeça dentro de um bar e a namorada dele, uma jovem de 21 anos, foi ferida nas costas. A Polícia Civil procura a suspeita pelo crime, identificada como Gabriele de Souza, filha do dono do bar e sobrinha do ex-marido da jovem baleada.

O crime aconteceu por volta das 20 horas, no Jardim Boa Vista 1. A jovem e o tio da garota tiveram um relacionamento longo e se separaram há pouco tempo. De acordo com o delegado responsável pelo crime, Nasser Salmen da Delegacia de Almirante Tamandaré, Rodrigues foi atraído para o bar, junto com a namorada. “Ela e o tio da garota viviam juntos e tudo mais, mas esse cara era dado ao alcoolismo, bebedeira e isso fez com ela terminasse o relacionamento. Ela começou a namorar o Adriano e ele ficou inconformado, assim como a Gabriele, que disparou um tiro na cabeça do novo namorado dela e nas costas da ex do tio. Ainda não sabemos efetivamente o que fez ela atirar, mas sabemos que foi ela quem disparou”, descreveu.

O dono do bar teria chamado o casal para ir até lá, já com intenções, segundo o delegado. “Estamos investigando a participação do dono do bar e a co-autoria do ex-companheiro da mulher, que são irmão. Sabemos que o dono do bar ligou para o Adriano convidando ele para ir lá, ele foi atraído para essa emboscada”, fechou Nasser.

A mulher está internada no Hospital do Trabalhador, passou por uma cirurgia ainda pela madrugada e já foi ouvida nas primeiras horas dessa manhã. O corpo de Rodrigues foi encaminhado ao IML de Curitiba e liberado pela família para sepultamento. O crime segue sob investigação e a principal suspeita está foragida.