Por Elizangela Jubanski e Daniela Sevieri

idoso

Ele foi encontrado por volta das 9 horas, na rua Antônia Taverna, no Jardim Daher, ao lado de casa. Foto: DS/Banda B

Um idoso de 65 anos foi encontrado morto dentro de um córrego ao lado de casa, em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, na manhã deste sábado (27). Sebastião Siqueira estava com princípio de depressão desde a separação com a última esposa, que mora em Palmital, interior do Paraná. Não há marcas de ferimentos, mas a morte ainda é um mistério para a Polícia Civil.

De acordo com os familiares, Siqueira já não se alimentava direito, resistia para executar tarefas diárias de higiene e passava boa parte do dia sentado. Ele foi encontrado por volta das 9 horas, na rua Antônia Taverna, no Jardim Daher, ao lado de casa.

O filho de 45 anos, Alcidez Siqueira, contou que encontrou o pai caído. “Ele saiu de noite, levantou da cama e caiu. Encontramos hoje de manhã, só. A gente não sabe se ele caiu, se passou mal. Ele estava bem depressivo por conta da separação. Ele abandonou essa nossa família aqui, todo mundo, pra ficar com uma mulher mais nova. Ele fez mais uns três, quatro filhos nela e ela abandonou ele, tratava mal ele. Nós fomos até Palmital e trouxemos ele, mas nunca mais foi feliz, ele queria ficar lá, mas ela não queria mais”, descreveu.

O idoso vivia na Grande Curitiba há cerca de um ano e meio. A Polícia Científica foi acionada e o corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba, onde passará por exames que indiquem a causa da morte.