Dois jovens de aproximadamente 25 anos foram presos em flagrante na tarde desta sexta-feira (26) depois de furtarem R$ 650 de um aposentado no Centro de Curitiba. O detalhe no caso é o modo de atuar da quadrilha que os dois fazem parte. Segundo o guarda municipal Silveira Melo, eles usam terno e escolhem as vítimas trocando mensagens pelo celular.

“É a famosa quadrilha do Aranha, liderada por um suspeito que tem uma tatuagem deste bicho. Eles ficam aqui na região central, próximo à Praça Tiradentes, sempre de roupa social e trocando mensagens por celular para encontrar a melhor vítima. Quando eles escolhem um alvo em potencial, trocam mensagens ou se ligam para abordá-lo. Normalmente empurram a vítima e saem correndo com o dinheiro, no crime chamado de cavalo louco”, contou o guarda Silveira Mello.

Na tarde de hoje, os dois suspeitos foram encaminhados ao 1° Distrito Policial, mas não devem ficar lá por muito tempo. “Pagam fiança, conseguem um habeas corpus e voltam para as ruas. Infelizmente é assim que sempre acontece. Por isto, nós fazemos a nossa parte que é prender e orientar, porque sempre vai ter alguém deste bando pronto para cometer o crime“, destacou.

Ao ver alguém em atitude suspeita na região central, a população deve entrar em contato com o 153 da Guarda Municipal ou o 190 da Polícia Militar.