Por Elizangela Jubanski e Juliano Cunha

Um homem de 32 anos morreu em um confronto armado com a Polícia Militar (PM) na noite desta sexta-feira (12), na Cidade Industrial de Curitiba. Marcelo Ferreira de Melo, 32 anos, foi morto com disparos de arma de fogo depois de iniciar um confronto com policiais militares em patrulhamento pelo local. Ele estava com revólver calibre 32. Ninguém mais se feriu na ação.

O suspeito estava em uma barraca de cachorro-quente, na rua Cid Campelo esquina com a rua Gilberto Kaminski, próximo ao terminal de ônibus da CIC, quando uma viatura da polícia passou pelo local. Segundo o dono do local, o homem estava impaciente e pediu que o lanche dele saísse rápido. Nesse momento, ao ver a viatura, sacou uma arma e deu dois tiros contra o veículo. Houve tumulto e as pessoas começaram a se esconder atrás de portões e carros. Os policiais tentaram abordá-lo, pedindo que baixasse a arma. Na negativa e voltando a atirar, os policiais revidaram e acabam acerto dois tiros no suspeito.

O revólver de Melo foi apreendido e estava com todas as munições deflagradas. O tenente Marçal, 17º Batalhão de Polícia Militar, disse que o rapaz poderia estar sob efeitos de entorpecentes. “Atirou sem mesmo abordarmos ele. Deveria estar drogado ou alcoolizado. Ainda bem que ninguém mais se feriu na ação, inclusive nenhuma policial”.

Melo já tinha passagem pela polícia por disparo de arma de fogo e porte ilegal de arma. O corpo dele deu entrada no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba às 3 horas de hoje.